Polícia Penal prende mulher tentando entrar com drogas no Copemcan

A Polícia Penal de Sergipe efetuou, nessa quinta-feira, 14, a prisão de uma mulher que tentava entrar com drogas no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan). A ação foi possível em razão do trabalho dos policiais da unidade, tal como da tecnologia utilizada pelo bodyscan, aparelho que permite uma revista completa e sem contato corporal.

Após o flagrante, a mulher foi encaminhada para a delegacia plantonista, seguindo todos os protocolos legais recomendados em situações como essa.

De acordo com o diretor da unidade, D’klin Cardoso, o número de apreensões e prisões vem aumentando após o trabalho do Núcleo de Inteligência Penitenciário em repassar dados para a direção do Copemcan, que, junto com o Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe) e os policiais penais, consegue dificultar a entrada de materiais ilícitos.

“Desta forma os presos estão buscando cada vez mais pessoas dispostas para serem utilizadas como ‘caçamba’, ou seja, pessoas que utilizam o corpo para a entrada de materiais ilícitos dentro das unidades prisionais. Além disso, há um grande empenho dos policiais penais lotados na portaria do Copemcan em fazerem uma revista eficaz,
contudo, humanizada”, pontua o diretor.

Ainda segundo D’klin, o perfil das mulheres presas, em sua grande maioria, é de jovens com filhos até os 12 anos de idade. Em média, a unidade tem efetuado três prisões por semana e somente no primeiro trimestre de 2022 foram 34.

Última atualização: 15 de abril de 2022 15:13.

Pular para o conteúdo