Força Integrada de Combate ao Crime Organizado ganha reforço de PRF e SENAPPEN

PRF e SENAPPEN assinaram nesta sexta (29) o ingresso na FICCO/SE

Ocorreu na manhã desta sexta, 29/12, no Salão Nobre do Fórum Ministro Geraldo Barreto Sobral, solenidade que marcou o ingresso da PRF e SENAPPEN na Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no estado de Sergipe.

Vladimir Cardoso Hilário, superintendente da PRFe Sandro Abel Barradas, representando Rafael Velasco Brandani, Secretário Nacional de Politicas Penais, assinaram o Termo Aditivo ao Acordo de Cooperação Técnica com a Polícia Federal e demais órgãos participantes.

Estiveram presentes à solenidades representantes das demais instituiçoes que já integram a FICCO/SE, como o Coronel José de Andrade, sub-secretário de Segurança Pública, representando João Eloy de Menezes, Secretário de Segurança Pública do estado de Sergipe.

A Secretária de Estado de Justiça e Defesa do Consumidor de Sergipe Viviane Cruz Pessoa, na ocasião, também representando o Governador do Estado, Fábio Mitidieri.

A Coordenadora Operacional da Polícia Civil na capital, Delegada Nalile Bispo de Castro, representando o Delegado-Geral da Polícia Civil do Estado de Sergipe, Thiago Leandro Barbosa de Oliveira.

O Coronel George Melo da Polícia Militar do estado representou o Comandante Geral da Policia Militar em Sergipe Alessandro Ribeiro de Souza.

E o Agente de Polícia Penal Adriano Dias de Oliveira representando o Diretor-Geral do Departamento do Sistema Prisional do Estado de Sergipe, Agenildo Machado de Freitas Júnior.

A Superintendente Regional da Polícia Federal em Sergipe Aline Marchesini destacou a importância da união de forças e citou uma operação bem sucedida este ano: “Parabenizo o DPF Renato Beni pela maior apreensão de celulares no país, onde foram apreendidos mais de 1678 aparelhos celulares novos e remanufaturados no interior de Sergipe. Tenho certeza que terá a mesma dedicação à frente da FICCO”.

A FICCO é um projeto do Governo Federal destinado a integrar as forças de segurança pública federal e estadual em todos os estados da Federação. O objetivo é impulsionar o enfrentamento e a desarticulação das organizações e associações criminosas, visando o combate ao tráfico de drogas e armas, ao furto, roubo e receptação de cargas e valores e à lavagem e ocultação de bens, entre outros tipos criminosos.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Sergipe (FICCO/SE) é atualmente composta por integrantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal e Secretaria Nacional de Políticas Penais e tem como objetivo a integração das forças de segurança em ações de combate ao crime organizado.

Fonte: Ascom/PF

Última atualização: 29 de dezembro de 2023 19:38.

Pular para o conteúdo