Sejuc encerra ações do Outubro Rosa no Presídio Feminino

Durante todo o mês, palestras e atividades foram realizadas na unidade prisional

O mês de Outubro ganhou um significado maior em todo o mundo no início da década de 1990. Desde então, o mês passou a ser marcado por ações de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Uma vez que, quando diagnosticado de forma precoce, as chances de cura são maiores. 

Pensando em promover a saúde das internas e tirar dúvidas sobre a doença, entre os dias 2 e 30 de outubro, a Secretaria de Justiça e de Defesa do Consumidor (Sejuc) realizou diversas ações, como palestras, atividades recreativas e exames, no Presídio Feminino de Sergipe (Prefem). As ações foram realizadas em parceria com diversas instituições, além da Secretaria de Estado da Saúde, Tribunal de Justiça de Sergipe e a Oncoclínicas Aracaju.

Nesta segunda-feira, 30, durante o encerramento das ações em alusão ao Outubro Rosa, profissionais de saúde da Secretaria de Estado da Saúde realizaram exames de lâmina, ultrassonografia mamária e transvaginal, além da aferição da pressão arterial e a medição da glicemia na Carreta da Mulher, que foi instalada na unidade.

“As ações que foram realizadas no Prefem durante todo o mês de outubro foram de suma importância para garantir o acesso das internas à saúde e para que elas pudessem tirar dúvidas. Além disso, isso faz com que elas tenham a certeza de que não estão esquecidas enquanto estão privadas de liberdade”, comentou a secretária Viviane Pessoa.

A coordenadora do Núcleo de Reinserção Social (Nures) da Sejuc, Edjane Marinho, ressaltou a importância dos exames realizados em parceria com a SES para a prevenção e o eventual diagnóstico precoce de doenças nas internas.  

“Visando a oferta de saúde integral das mulheres privadas de liberdade, essa ação fortalece os serviços já ofertados pela unidade prisional e traz os exames de ultrassom como elementos basilares para prevenção e diagnósticos eventuais nas áreas de saúde da mulher. A vinda da carreta é um fato inédito na unidade que reforça o compromisso com a assistência à saúde das pessoas privadas de liberdade”, comentou. 

A diretora da unidade prisional, a policial penal Edinolia Oliveira, destaca a importância dessas ações em alusão ao Outubro Rosa não só para assegurar o direito à saúde das internas, mas também para que elas tirem dúvidas sobre o assunto, saibam o que é e como realizar o autoexame de mama, e também agradeceu a todos as instituições que colaboraram com as ações.

“Durante todo o mês de outubro, nós realizamos aqui no Prefem diversas palestras e eventos para trazer informações para as internas sobre o câncer de mama e sobre a importância do autoexame, mas também trazendo mensagens de apoio e de esperança para elas”, ressaltou a diretora da unidade.

Última atualização: 31 de outubro de 2023 11:08.

Pular para o conteúdo