Procon Sergipe fiscaliza estabelecimentos que comercializam comidas típicas juninas em Aracaju

[kc_row use_container=”yes” force=”no” column_align=”middle” video_mute=”no” _id=”608284″][kc_column width=”12/12″ video_mute=”no” _id=”499455″][kc_column_text]

Fiscais analisaram, por exemplo, a qualidade dos produtos, indicação da data de validade e composição

Durante a tarde desta quinta, 15, profissionais do Procon Sergipe realizaram mais uma fiscalização em estabelecimentos que comercializam comidas típicas neste período junino. Quatro estabelecimentos localizados nos bairros Farolândia, Luzia, Atalaia e conjunto Augusto Franco foram vistoriados para verificar se estão de acordo com as normas consumeristas.

Os fiscais observaram a qualidade geral dos produtos, a visibilidade do preço, data de validade e composição. Todos os estabelecimentos estavam em conformidade com a lei e nenhuma irregularidade foi encontrada. Para a diretora do Procon Sergipe, Raquel Martins, é fundamental que o consumidor fique atento a qualquer problema e pode entrar em contato com o órgão. “Nossas equipes estão nas ruas garantindo que o direito do consumidor seja respeitado. Estamos fiscalizando não só estabelecimentos que comercializam alimentos, mas também barracas de fogos. O consumidor deve ser nosso aliado e denunciar irregularidades que possam presenciar”, disse.

Orientações

O Procon Sergipe orienta aos consumidores que possam fazer suas compras com segurança durante o período junino. Ao adquirir produtos perecíveis como comidas típicas e bebidas alcoólicas, a exemplo de licor, o consumidor deve ficar atento ao tipo de armazenamento desses produtos no estabelecimento, a data de validade e se estão protegidos de exposição à poeira e insetos.

Os produtos pré-embalados ou industrializados devem conter, obrigatoriamente, a identificação do fabricante, prazo de validade, ingredientes, peso e origem. No caso dos produtos in natura ou a granel o consumidor deve verificar o peso e aparência. O telefone de contato do Procon Sergipe é (79) 3211-3383. As reclamações e denúncias também por ser feitas pelo site www.procon.se.gov.br.

[/kc_column_text][/kc_column][/kc_row]

Última atualização: 19 de junho de 2023 07:38.

Pular para o conteúdo