Nove familiares são flagrados com cigarros de maconha no Copemcan

Todos foram conduzidos para a Central de Flagrantes da Polícia Civil

Uma equipe do Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto (Copemcan) deu continuidade a uma investigação iniciada pelo Departamento do Sistema Prisional (Desipe) nesta terça-feira (12) para identificar itens ilegais que poderiam estar entrando na unidade prisional com familiares que levavam suprimentos complementares. Nove foram flagrados pelos policiais penais, presos e levados para a Delegacia.

Após alguns dias de investigação, os agentes procuravam descobrir como cigarros adulterados com maconha estavam sendo levados para o interior do Complexo. Durante as investigações, descobriram que presidiários do segundo Pavilhão da unidade estavam repassando e recebendo os cigarros adulterados através de familiares.

Nove familiares foram pegos com os cigarros adulterados, mas todos afirmaram não ter participação no crime, apenas teriam recebido os cigarros já prontos. Há informação de que estavam utilizando um liquidificador para triturar a droga e facilitar a confecção dos cigarros. Os familiares foram encaminhados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Última atualização: 12 de maio de 2020 16:35.

Pular para o conteúdo