Exposição “Flores de Sergipe” mostra trabalho feito com internas do Presídio Femino em homenagem ao Dia da Sergipanidade

A exposição foi composta por materiais produzidos pelas internas durante o curso de pintura em tecido, parceria da Sejuc com a Fundat

Em pleno dia da sergipanidade, 24 de outubro, voluntárias e representantes do Presídio Feminino (Prefem) realizam exposição “Flores de Sergipe”, no Parque Augusto Franco. Durante a exposição, a população foi presenteada com os materiais produzidos pelas internas durante o curso de pintura em tecido, uma parceria da Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor (Sejuc) com a Fundação Municipal de Formação Para o Trabalho (Fundat).

No dia 16 de outubro, as internas receberam a certificação do curso de pintura e, para aproveitamento das técnicas aprendidas, as flores que tipicamente brotam nas terras sergipanas foram escolhidas para estampar os materiais produzidos de forma sustentável. O produto final foi apresentado ontem, 24, em homenagem ao Dia da Sergipanidade.

“Estamos na primavera e nada melhor do que aproveitar esse momento da primavera e da sergipanidade para trazer esse produtos que foram produzidos por essas mulheres que estão em situação de prisão no nosso estado”, conta Andreia Andrade, diretora do Prefem, sobre a escolha da exposição.

Para Genaldo Freitas, coordenador de reinserção prisional, a exposição foi uma oportunidade de mostrar ao público que de fato existe um trabalho de ressocialização sendo feito com as internas. Além disso, ele destaca a importância de atividades como este curso para que elas sejam reinseridas na sociedade quando saírem do sistema prisional. “A gente se preocupa com essa ressocialização interna para que, realmente, a gente tenha a reinserção e que elas não retornem quando saírem”, enfatiza o coordenador.

Última atualização: 25 de outubro de 2019 15:49.

Pular para o conteúdo