Enem para pessoas privadas de liberdade é aplicado em Sergipe com recorde de inscritos  

Foram 422 pessoas inscritas para as provas aplicadas nos dias 12 e 13 de dezembro em todas as unidades prisionais administradas pela Sejuc

Entre os dias 12 e 13 de dezembro foram aplicadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade (Enem PPL/2023) em todas as unidades prisionais administradas pela Secretaria de Justiça e de Defesa do Consumidor (Sejuc). Assim como no Enem tradicional, os participantes do Enem PPL 2023 são avaliados por meio de 180 questões objetivas de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas, além da redação.

Em 2023, a Sejuc constatou um aumento de 54% no número de inscritos com relação a 2022, totalizando 442 inscritos em todas as unidades prisionais. Diante do aumento expressivo de participação dos internos, a diretora do Núcleo de Reinserção Social (Nures) da Sejuc, Edjane Marinho, destacou a importância do projeto de remição pela leitura no incentivo e um parceiro no desenvolvimento da interpretação de texto e no vocabulário das pessoas privadas de liberdade.

“Em 2023, tivemos um aumento de 54% de inscritos para o Enem PPL em relação ao ano de 2022. Nesse contexto, o projeto de remição pela leitura, aplicado nas unidades prisionais, foi um grande parceiro de estudo e incentivo, pois desenvolveu habilidades interpretativas, ampliou vocabulário e aprimorou a capacidade de argumentação, elementos que são essenciais para um desempenho sólido nas provas de Linguagens e suas Tecnologias. Além disso, a leitura diversificada contribuiu para a formação crítica das pessoas privadas de liberdade, permitindo a análise de diferentes perspectivas e a construção de argumentos consistentes nas redações”, comentou.

Ainda segundo a diretora do Nures, o Enem é muito importante dentro do sistema prisional, não só porque ajuda no aprimoramento educacional das pessoas que hoje estão privadas de liberdade, mas também por funcionar como um instrumento de inclusão social, além de promover novos pensamentos para eles, o que, segundo ela, poderá ajudar a diminuir os índices de reincidência.

Última atualização: 15 de dezembro de 2023 11:13.

Pular para o conteúdo