Artesanato produzido por detentos do Presídio Semiaberto de Areia Branca é entregue em creche

Nessa quarta-feira (30), a direção do Presídio Semiaberto de Areia Branca (Presab) realizou uma doação de diversos materiais de artesanato confeccionados pelos detentos da unidade para a Creche de Almir do Picolé. A ação faz parte de uma série de políticas de ressocialização desenvolvidas na unidade prisional.

De acordo com a direção da unidade, o material foi fruto de todo trabalho do ano de 2022.

“O material doado é fruto do artesanato realizado pelos internos durante o ano de 2022, que além do direito à remição, irão levar alegria para as crianças assistidas pela CRECHE. Agradeço a toda a equipe Educacional, Laboral e Social da unidade”, pontua João Marcos Campos, Diretor do Presab e Policial Penal.

O objetivo desse trabalho, que é realizado nas diversas unidades prisionais de Sergipe, é permitir que a unidade possa melhorar a assistência social, pessoal e profissional, estimulando o exercício de atividades intelectuais e de lazer dos internos. Esse trabalho, também, cria condições para que eles se preparem para a reinserção à sociedade.

Sobre a remição da pena

A remição por meio do trabalho, no qual se enquadra o artesanato, está prevista na Lei de Execução Penal, garantindo um dia de pena a menos a cada três dias de trabalho. A remição pelo trabalho é um direito de quem cumpre a pena em regime fechado ou semiaberto.

Última atualização: 1 de dezembro de 2022 18:01.

Pular para o conteúdo