Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor

Sergipe registra quase mil dias sem fugas no sistema prisional e recebe moção de reconhecimento do Consej

O conselho ainda destacou o estado como um exemplo a ser seguido por outras unidades da federação Sergipe contabiliza quase mil dias sem fugas nas unidades prisionais do estado. E é por esse marco positivo que o Conselho Nacional de Secretários de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej) concedeu moção de reconhecimento […]

4 de outubro de 2019

O conselho ainda destacou o estado como um exemplo a ser seguido por outras unidades da federação

Sergipe contabiliza quase mil dias sem fugas nas unidades prisionais do estado. E é por esse marco positivo que o Conselho Nacional de Secretários de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej) concedeu moção de reconhecimento ao Estado de Sergipe. A moção foi aprovada em reunião ordinária no Paraná, no dia 3 de outubro.

O colegiado do Consej parabenizou o secretário de Justiça e Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto; o secretário adjunto, coronel Reinaldo José Chaves Silva; assim como manifestou reconhecimento a todos os servidores do sistema prisional sergipano pelo resultado positivo obtido, além de assinalar como um exemplo para outras unidades da federação.

O secretário da Justiça e Defesa do Consumidor (Sejuc), Cristiano Barreto, agradeceu o reconhecimento e destacou que a menção reconhece o trabalho de todos os servidores. “A sensação é de gratidão e de satisfação por conduzir uma equipe que é responsável por esses números históricos para Sergipe. O estado mostra ao Brasil como administrar o sistema prisional, e isso foi objeto de reconhecimento de todos os ilustres colegas secretários de Justiça”, frisou.

Com a última fuga das unidades prisionais do estado tendo ocorrido em 26 de fevereiro de 2017, o secretário fez questão de reiterar a relevância das atividades dos servidores no marco positivo. “É com muita satisfação que recebemos esses aplausos, esses elogios do colegiado do Consej. Trazemos e distribuímos esse reconhecimento a todos os servidores que integram o sistema prisional”, complementou.

O trabalho dos servidores é um dos pilares fundamentais que formaram a base que construiu o resultado positivo reconhecido pelo Consej. Para o secretário Cristiano Barreto, outras peças que ergueram os quase mil dias sem fugas foram a identificação de problemas que dificultavam a obtenção dos resultados positivos alcançados e a realização de investimentos.

“Ao longo desses quase três anos a frente da Sejuc, nós tivemos o apoio do Governo do Estado, no sentido de realizar diversos investimentos, cumprindo as audiências junto ao Poder Judiciário. e reduzindo a deficiência que existia de equipamentos de proteção individual, de equipamentos de segurança dos servidores”, ressaltou.

Entre as demandas atendidas, está a do concurso público que foi realizado pelo Governo do Estado para ampliar o resultado positivo do trabalho desenvolvido nas unidades prisionais de Sergipe. “Conferimos direitos que a categoria pleiteava, até mesmo com a realização de concurso público que era um fato que era pleiteado há mais de 18 anos”, detalhou o secretário.

A moção de reconhecimento é destacada pelo secretário como reconhecimento ao a integração entre as peças e pilares que sustentam o marco positivo reconhecido nacionalmente pelo Consej. “É um trabalho que é de responsabilidade de todos: do secretário, da direção do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe), do Governo do Estado e dos servidores da Sejuc”, concluiu.

Atualizado: